Prêmio e-Learning Brasil 2006 homenageia e premia esforços do
e-
Learning nacional









Já consolidado como referência no contexto do e-Learning nacional, o Prêmio e-Learning Brasil 2006 contou com a participação de mais de duas dezenas de empresa. A premiação, que aconteceu no dia 27 de junho no Centro de Convenções do Hotel Meliá, na zona sul de São Paulo, contemplou dez vencedoras, dez referências nacionais, três contribuições marcantes, fez belas homenagens, distribuiu certificados de entrega de equipamentos para 26 entidades e foi lindamente encerrada com um jantar ao som da apresentação musical de Kátia, cantora deficiente visual apadrinhada por Roberto Carlos e que fez grande sucesso nos anos 80.

Organizada pela MicroPower com o apoio da ABRH-Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos), da ABRH-SP, da Fenadvb (Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil) e da ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), e com o patrocínio da Microsoft e da Symantec, a cerimônia começou com a apresentação de Francisco Antonio Soeltl, presidente da MicroPower, que agradeceu às comissões avaliadoras dos cases premiados e apresentou a novidade do Conselho de Notáveis, formado pelos patronos das edições anteriores do Prêmio – Osires Silva, Alair Martins, Odécio Grégio, Elcio Aníbal de Lucca, Agostinho Turbian, o próprio Soeltl e Miguel Ignatios, o presidente do Conselho. “Essas pessoas têm dedicado horas de seus dias úteis para tornar tudo isso possível, merecem uma salva de palmas”, pediu Soeltl.

Em seguida veio uma homenagem em vídeo a Elcio Aníbal de Lucca, presidente da Serasa, pelo trabalho que a empresa vem fazendo dedicado ao atendimento de deficientes e também de populações carentes. Emocionado, ele agradeceu modestamente: “Não faço nada além do que cada cidadão deve fazer.”
A expectativa em cada mesa era enorme. Todos queriam saber quem ganharia os prêmios da noite. E então a entrega dos troféus começou.

Como referências nacionais pelos trabalhos de implantação de programas de e-Learning, foram contempladas Amazônia Telemig Celular, Datasul e Sabesp (na categoria “Corporativo Star”), PUC-SP (“Contribuição Social Star”), Orbitall e Unibanco (“Corporativo Gold”), SAP (“Corporativo Silver”), Sebrae-SC (“Contribuição Social Diamond”), Ibmec-SP (“Destaque Modelo de Negócio”) e SKY (“Destaque Velocidade de Implementação”). Treina, Fanese e Instituto Razão Social foram reconhecidos como Contribuições Marcantes.

A ansiedade aumentava, e foi satisfeita quando foram anunciados os vencedores: Brasil Telecom e Martins (categoria “Corporativa Star”), Fundação Bradesco (“Educacional Star” e “Contribuição Social Diamond”), Secretaria do Estado da Educação – SP (“Contribuição Social Star”), Banco Bradesco (“Corporativa Diamond”), FGV Online (“T&D Diamond”), FGV EAESP (“Projeto Acadêmico Diamond”), Colégio Presbiteriano Mackenzie (“Educacional Gold”) e Senai Departamento Nacional (“Contribuição Social Gold”).

Os discursos de agradecimentos foram cheios de emoção e, acabada a entrega dos troféus, Francisco Soeltl pediu uma palavra da deputada Célia Leão (PSDB/SP), presente à premiação. “Essa é a festa do trabalho, que possibilita construir um país diferente e melhor. É tão bom ver a alegria dos premiados, o trabalho de cidadania do e-Learning, que possibilita que as pessoas com necessidades especiais voltem a se sentir gente”, discursou Célia, ela própria cadeirante há 31 anos. O mestre de cerimônias e presidente da MicroPower então chamou a cantora Kátia para dividir um pouco de seu talento com os convidados que, ao som de “Emoções” (Roberto Carlos) e “Dia de Domingo” (Tim Maia e Gal Costa), encerrou a noite com um jantar e muita troca de experiências em cada mesa.

Para membros da Comunidade
Learning & Performance Brasil
> Efetuar Login
> Cadastre-se
> Saiba mais
Curta a nossa página no facebook
Siga-nos no twitter

Realização

Promoção
ABRH - SP

Patrocínio

Apoio

 
Copyright © 2019 - MicroPower®