Melhores momentos do Prêmio Learning & Performance Brasil 2019/2020

Cerimônia que premiou 18 projetos reuniu mais de 300 convidados, entre grandes nomes do empresariado, a alta cúpula das Forças Armadas e representantes do setor de RH

O Brasil não pode perder a oportunidade proporcionada pela Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, criada por um Decreto no ano passado e que une empresas e governo, para realizar a Transformação Digital, recuperando atrasos históricos. Essa foi a tônica dos principais discursos da cerimônia da 18ª edição do Prêmio Learning & Performance Brasil, que reuniu mais de 300 pessoas no Renaissance São Paulo Hotel, na noite desta segunda-feira (19 de agosto).

Figuras emblemáticas prestigiaram o evento. Pelo lado do empresariado, estiveram presentes o presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Jr.; o Presidente do Conselho de Administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco; o Presidente do Conselho de Administração do Grupo Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter, a CEO da IBM América Latina, Ana Paula Assis, e o Presidente da Embrapa, Celso Moretti. Do lado militar, destaque para os comandantes máximos das três Forças militares: o Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Jr., Comandante da Marinha; o General Edison Leal Pujol, Comandante do Exército, e o Tenente-Brigadeiro do Ar Antônio Carlos Bermudez, Comandante da Aeronáutica. Entre os representantes do setor de RH, ressalte-se as presenças do fundador da Falconi – Consultores de Resultados, Vicente Falconi, e do presidente da ABRH-SP, Guilherme Cavalieri. Todos destacaram a importância do trabalho que está sendo feito para levar o país a aproveitar o impacto da Transformação Digital, que tem potencial para acrescentar R$ 130 bilhões ao PIB nos próximos três anos.

Francisco Antonio Soeltl

Além do reconhecimento aos 18 projetos apresentados por 16 organizações classificados como Referências Nacionais, Iniciativas de Sucesso e Destaques Nacionais em três modalidades (Educacional, Empresarial e Governamental), a noite foi de homenagens a personalidades importantes no aprimoramento da gestão e marcou a transição para o próprio Prêmio, que passa agora a se chamar Prêmio Transformação Digital Brasil, tem um novo presidente do Conselho de Notáveis e aceita inscrições de projetos a partir de setembro.

Detalhes do Prêmio

Logo no início da cerimônia, o CEO da MicroPower Global, Francisco Soeltl, chamou ao palco Wilson Ferreira Jr., presidente da Eletrobrás e do Conselho de Notáveis do Prêmio Learning & Performance Brasil. Após o término do mandato de cinco anos, Wilson passou o comando do Conselho ao Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, Chefe da Secretaria de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica (SEFA). Em seu discurso, Wilson Ferreira destacou o momento ímpar vivido pelo país e lembrou que há um ano, “estávamos todos aqui cheios de dúvidas em relação ao futuro”. Hoje, segundo Wilson Ferreira Jr., as perspectivas são bem maiores e bem melhores, com o país no caminho certo e as lições de casa sendo feitas, em particular o tema da Previdência, que coloca o Brasil numa perspectiva excepcional em termos do equilíbrio da sua dívida pública e de atrair investimento produtivo.

Miguel Ignatios, Presidente do Conselho de Notáveis do Prêmio e-Learning Brasil (2005 a 2009)

Elcio Anibal de Lucca - Presidente do Conselho de Notáveis do Prêmio e-Learning Brasil (2010 a 2011) e Prêmio Learning & Performance Brasil (2012 a 2014).

Wilson Ferreira Jr., Presidente do Conselho de Notáveis do Prêmio Learning & Performance Brasil (2015 a 2019) recebe a homenagem de Elcio Anibal de Lucca

Wilson Ferreira Jr., Presidente do Conselho de Notáveis do Prêmio Learning & Performance Brasil (2015 a 2019) faz a entrega do do troféu ao Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno (2020 a 2024), oficializando a transição na Gestão do Conselho de Notáveis

Wilson Ferreira Jr.

“Essa condição é nova, e a gente não podia sonhar que estamos a pouco mais de um mês da conclusão desse processo que vai ser muito positivo para o Brasil. E para contribuir com esse momento a MicroPower lança o Prêmio Transformação Digital Brasil com o propósito de apoiar a Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, com o potencial de adicionar R$ 130 bilhões em três anos”, afirmou, enaltecendo o trabalho da MicroPower, em particular de Francisco Antonio Soeltl e sua família, de todo o ano, realizar a importante missão de reconhecer os bons exemplos. “O país, as empresas e as pessoas precisam de bons exemplos e temos que ter eventos como esse”.

Já Damasceno agradeceu a Francisco Soeltl a indicação para presidir o Conselho de Notáveis do Prêmio “com o desafio de ampliar a sua repercussão e com o propósito de promover o desenvolvimento de projetos para a transformação digital de processos e modelos de negócios”. Damasceno disse o objetivo é viabilizar a Estratégia Brasileira para a Transformação Digital, “com especial atenção ao impacto nas pessoas e na sociedade, oferecendo melhores serviços ao cidadão e otimizando o custeio do Estado brasileiro”.

Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno

“Desde 2014, organizações das Forças Armadas passaram a integrar o rol de entidades reconhecidas neste evento, o maior de Learning & Performance da América Latina, quer por seu pioneirismo no ensino a distância, quer por sua diferenciada atenção aos processos digitais. Esta noite, temos a presença marcante dos três comandantes das nossas Forças Armadas”, salientou Damasceno lembrando a importante missão constitucional dos militares de defesa do território brasileiro e de atuação social junto a comunidades isoladas.

Presidente do Conselho de Administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco

Responsabilidade social

Após a homenagem à Fundação Bradesco, primeiro cliente de e-Learning da MicroPower, há 20 anos, Daniel Musulin Soeltl, Presidente da MicroPower Events, agradeceu as diversas entidades que apoiam o Programa de Capacitação e Empregabilidade de Pessoas com Deficiência Visual, carro-chefe da política de responsabilidade social da empresa e nascido desse trabalho com o Bradesco – criar um curso de informática para pessoas com deficiência visual. Além da própria Fundação Bradesco, Daniel agradeceu as instituições que apoiam o projeto, em especial os governos dos estados de Goiás, São Paulo e Amazonas e o Ministério da Educação.

O presidente da MicroPower Events, Daniel Musulin Soeltl

Foram, então, apresentados os números do projeto que, nesses 21 anos, já capacitou mais de 25 mil pessoas com deficiência visual em todo o Brasil – mais de 5 mil delas empregadas – e conta com o apoio de mais de 7 mil entidades e escolas de 1.100 municípios em 26 estados e no Distrito Federal. Em 21 anos, foram mais de 260 computadores doados – alguns com o pacote Office instalado – e cerca de 500 licenças do Virtual Vision (software de leitura de tela MicroPower capaz de narrar os programas Office para o usuário). E outros 300 computadores estão prontos para serem doados graças a um aporte recente da Fundação Bradesco.

Miguel Musulin Soeltl, Michel Musulin Soeltl, Jefferson Ricardo Romon, Milka Musulin Soeltl, Francisco Antonio Soeltl, Denis Renato da Costa e Daniel Musulin Soeltl

Em seguida, Daniel revelou o mais novo parceiro do programa: o Profesp, que utiliza 249 unidades das Forças Armadas para atender 29 mil crianças na prática de esportes em todo o país tem, agora, um projeto-piloto na antiga Base Aérea de Natal (RN) que vai atender jovens com deficiência visual. O Coronel Décio Dias Gomes, gestor nacional do projeto, explicou que se trata de um projeto inovador realizado em parceria com a Faculdade Natalense de Ensino e Cultura que, junto com a MicroPower, irá formatar a parte pedagógica do projeto.

Coronel Décio Dias Gomes

O secretário da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti, também anunciou que 17 Centros de Integração da Cidadania (CIC) passarão a usar os equipamentos do Programa de Capacitação e Empregabilidade de pessoas com Deficiência Visual. Os CIC são espaços destinados a pessoas mais vulneráveis e que ficam localizados em bairros distantes nas periferias das grandes cidades paulistas.

Secretário da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Paulo Dimas Mascaretti

Personalidades do Ano

Citando o presidente Emérito do Prêmio e sua contribuição para o desenvolvimento do país, Francisco Soeltl explicou que Ozires Silva não pôde comparecer à cerimônia por estar participando das celebrações dos 50 anos da Embraer, e passou às outras homenagens da noite.

O primeiro homenageado foi o Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Jr., Comandante da Marinha do Brasil, destacado como Personalidade do Ano – Forças Armadas. O prêmio foi em reconhecimento aos diversos projetos da Marinha, como o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), que pretende construir quatro submarinos convencionais e o primeiro submarino nuclear brasileiro; o Programa Nuclear da Marinha, com vistas a dominar o ciclo nuclear, e o Reator Nuclear Multipropósito, que permitirá ampliar a capacidade de atendimento de medicina nuclear no País. “A homenagem que me é prestada, na verdade, transcende em muito o comandante da Marinha, mas é uma homenagem à Marinha do Brasil e a todas as Forças Armadas. O atraso tecnológico nos coloca em uma situação de alerta, muito maior que dos tempos da Revolução Industrial. A Marinha e nossas forças co-irmãs acreditamos na importância da conquista da independência tecnológica nos setores estratégicos”, frisou o militar.

Paulo Dimas Mascaretti, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Jr. e Brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez

Jorge Gerdau Johannpeter foi homenageado com o prêmio Personalidade do Ano – Transformação Digital. O executivo, de 83 anos, e que, em 1968, começou a digitalizar processos na Gerdau, esteve entre os criadores, em 1991, da Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade (FPNQ), transformado em Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), em 2005. “Estou feliz por ter o privilégio de ver o Prêmio Learning & Performance Brasil se transformar no Prêmio Transformação Digital Brasil. A Transformação Digital é uma oportunidade única para recuperarmos atrasos históricos tecnológicos e educacionais”, afirmou.

Ana Paula Assis, Jorge Gerdau Johannpeter e Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Jr.

Pelo trabalho de reestruturação da Eletrobrás que, com três anos de disciplina financeira, excelência operacional, governança e conformidade, reduziu os sucessivos prejuízos financeiros, a baixa capacidade de investimento e a dificuldade de captação de recursos da empresa, Wilson Ferreira Jr. foi escolhido Personalidade do Ano – Gestão Governamental. “Esse é um trabalho de milhares de pessoas que eu represento na Eletrobrás e, talvez, a gente tenha conseguido tudo isso porque essas pessoas se sentiram motivadas a fazer o que tinha de ser feito. Vivemos hoje a perspectiva de devolver à sociedade uma empresa que é muito cara, muito importante, fazendo com que ela possa cumprir com a sua missão de gerar e transmitir energia para um terço do país”, disse o executivo.

Patrono Vivente Falconi

O último homenageado da noite foi o professor Vicente Falconi, escolhido patrono do Prêmio pela sua contribuição para a gestão empresarial e governamental do país. Considerado um dos maiores especialistas em gestão de empresas do mundo, Falconi é engenheiro pela Universidade Federal de Minas Gerais e PhD pela Colorado School of Mines, tendo atuado como consultor em cerca de 80 das 100 maiores empresas brasileiras.

Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, Vicente Falconi e Wilson Ferreira Jr.

Condecorado com a Medalha Rio Branco por sua atuação durante a crise de energia no Brasil, em 2001, e o único brasileiro escolhido pela American Society for Quality como uma das "21 Vozes do Século XXI", Falconi reúne suas contribuições para a gestão empresarial em seis livros – entre eles “O Verdadeiro Poder”, onde relata as principais práticas de gestão que conduziram a resultados revolucionários em várias empresas e organizações governamentais.

É fundador e membro do Conselho da Falconi – Consultores de Resultados, com 700 profissionais atuando no Brasil e no exterior e reconhecida pela capacidade de ajudar as organizações a construir resultados excepcionais pelo aperfeiçoamento de seu sistema de gestão.

Entre as empresas atendidas, destaque para a Gerdau, a Ambev e, mais recentemente, a própria Eletrobrás, tendo participado da recuperação da companhia desde 2016 a pedido do próprio presidente Wilson Ferreira Jr.

E foi justamente Wilson o escolhido para apresentar o homenageado, enaltecendo a sua contribuição para o sucesso da recuperação da companhia: “O Falconi é o maior especialista brasileiro em gestão reconhecido internacionalmente. Mas ele é reconhecido, sobretudo, nacionalmente, porque ele é muito simples e não ajuda só as empresas; ajuda o Brasil. O Brasil é reconhecido em gestão por causa do nosso patrono Vicente Falconi”, afirmou.

Vicente Falconi agradeceu a homenagem e citou Abraham Maslow – um de seus autores preferidos –, responsável por listar e reunir em apenas cinco grupos principais centenas de fatores que fazem as pessoas felizes: “Um desses grupos é o reconhecimento. E eu dou muito valor a reconhecimento. E fiquei pensando por que eu merecia isso. E acho que o reconhecimento é pela nossa empresa de consultoria, que mais do que uma consultoria é uma escola, que muda a cabeça das pessoas. Elas aprendem a enfrentar o futuro, o desconhecido”, disse.

Organizações Participantes

Após as homenagens, chegou o momento de anunciar os projetos participantes do Prêmio Learning & Performance Brasil 2019/2010. Nesta edição, 16 organizações apresentaram 18 projetos em seis focos: Learning, Performance, Learning & Performance, Learning & Performance Ecosystem e Extended Corporate University e Business Digital Transformation.

Destaques nacionais

Foram cinco projetos que apresentam práticas inovadoras e merecedoras de menção especial.








Referência nacional










Iniciativas de sucesso








Sobre a MicroPower – organizadora do evento

A MicroPower é líder em soluções tecnológicas e consultivas para empresas interessadas em implementar e aprimorar processos de Desenvolvimento de Talentos, Gestão de Performance, e-Learning, Acessibilidade para pessoas com deficiência visual, Universidades Corporativas e que passam por uma Transformação Digital de seus Negócios.

O objetivo da MicroPower é contribuir para o sucesso de nossos Clientes, dotando seus colaboradores de ferramentas essenciais para a prática da Alta Performance, concentrando energia em atividades que realmente contribuem para alcançar as metas estabelecidas nas organizações.
Compartilhe esta notícia nas redes sociais:
LinkedIn Facebook Twitter
Os comentários estão fechados