HomeNotíciasNotícia selecionada
 NOTÍCIAS
Fórum jogará novas luzes sobre a carreira verde

A Rio+20 terminou, mas os questionamentos sobre a sustentabilidade do planeta não. Ao contrário, realizada no Brasil no mês passado, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável trouxe um novo alerta sobre a mais que necessária urgência na evolução das práticas para viabilizar o entrosamento entre crescimento econômico, preservação ambiental e inclusão social.

Para dar continuidade ao debate sobre empregabilidade verde, promovido pela ABRH-Nacional durante a Rio+20 com a inédita Cúpula Mundial Green Jobs, a associação dará nova ênfase ao assunto, desta vez no maior evento de gestão de pessoas da América Latina e segundo do mundo, o CONARH 2012, que acontece no próximo mês.

Ancorado por Leyla Nascimento, presidente da ABRH-Nacional, o fórum Carreiras do Futuro vai discutir como o mundo do trabalho, do ponto de vista da sustentabilidade, pode ser antevisto e planejado pela área de RH. Também serão apresentadas sugestões para que universidades e escolas técnicas do país, com ajuda de órgãos do governo, como o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, e os ministérios da Educação e do Desenvolvimento, possam ajustar sua grade curricular para preparar os futuros profissionais nesse novo contexto.

A apresentação será seguida de uma sessão de perguntas da plateia, para que a associação avalie o estágio atual de entendimento e interesse dos profissionais brasileiros acerca desse assunto. “A empregabilidade verde tende a ser mais discutida daqui para a frente e a ABRH-Nacional tem a obrigação de ajudar o país a enfrentar os desafios que dela decorrerão, motivando os demais atores a mergulhar no assunto”, diz Nelson Savioli, diretor de Relações Internacionais da entidade e superintendente executivo da Fundação Roberto Marinho.

Participante do fórum, ele vai dar exemplos da adaptação progressiva das profissões atuais para responder ao desafio de se tornarem “verdes”, falar das prováveis novas profissões que estão por surgir e abordar como a chamada “ética “do” e “no” trabalho deverá ser discutida no viés da sustentabilidade e da proteção ao meio ambiente.

Outra visão será levada pelo físico Luiz Alberto Oliveira, curador do Museu do Amanhã, cuja inauguração, no Rio de Janeiro, está prevista para 2014, e que tem por objetivo convidar o público a refletir sobre o impacto das ações humanas no planeta. Oliveira vai tratar justamente como as mudanças causadas por esse impacto influenciarão os empregos nos próximos anos.

Também participará o executivo José Augusto Figueiredo, vice-presidente sênior da LHH|DBM América Latina e presidente da ICF Brasil – International Coach Federation. Sua abordagem será em torno do planejamento de carreira dos profissionais, ante a crescente demanda que o mercado de trabalho terá em relação aos empregos verdes, e sobre o Centro de Referência das Profissões do Futuro que integrará o Museu do Amanhã.



Para enviar esta notícia para um(a) amigo(a):
Clique aqui

Fonte: CONARH 2012
 Data: 05/07/2012

 

 


Voltar

 
Para membros da Comunidade
Learning & Performance Brasil
> Efetuar Login
> Cadastre-se
> Saiba mais
Curta a nossa página no facebook
Siga-nos no twitter

Organização
MicroPower

Promoção
Escola Virtual

e-learning for kids

ABES

ABRH - NACIONAL

ABRH - SP

ADVB

América Economia

bilheteria.com

FNQ - Fundação Nacional da Qualidade

GCSM - Global Council of Sales Marketing

The Winners - Prime Leaders Magazine

Copyright © 2016 - MicroPower®