HomeArtigos100 mil horas de carreira
 ARTIGOS
100 mil horas de carreira

Por Elaine Saad*

Após tantos anos trabalhando com o tema "carreira", ainda me pego perguntando se somos nós que escolhemos realmente o que vamos fazer em nossa vida profissional ou se, por uma obra do acaso ou do destino combinado com algum tipo de potencial pessoal, acabamos nos direcionando para um lugar ou para outro.

O trabalho significa uma grande parcela de onde passaremos nossas vidas, onde gastaremos as horas em que estamos acordados (e, muitas vezes, parte das horas que deveríamos estar dormindo!). Então, como essa escolha acontece? Quando e de que forma? Seguem uma reflexão e algumas dicas práticas.

Na verdade, encontrei na minha trajetória, tentando ser o mais didática possível, três tipos de pessoas quando se trata da escolha de carreira. O primeiro grupo tem uma grande dose de certeza do que quer fazer ou, pelo menos, da área em que quer atuar. Esse grupo muitas vezes é formado por pessoas que cedo na vida têm uma inclinação para alguma profissão, como medicina, odontologia, alguma arte específica, etc. Mesmo tentando, os pais do grupo 1 não conseguem dissuadi-los a mudar. Estão decididos e por ali seguem. Geralmente, sentem-se felizes e realizados. Alguns alcançam mais sucesso financeiro e reputação que outros, mas isso depende de algumas variáveis.

O segundo grupo consegue delimitar alguma área de atuação. São aquelas pessoas que dizem "acho que quero trabalhar com engenharia" ou "gostaria de trabalhar numa empresa na área administrativa" ou, ainda, "gosto de vender". Elas têm algum senso do que querem, mas ainda precisarão trilhar um caminho de descobertas até encontrar seu lugar.

Já o terceiro grupo, quando questionado, diz "não faço a menor ideia do quero fazer". Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o grupo 3 não está em pior situação. Na verdade, não existe melhor ou pior, são apenas situações diferentes. Saber o que não queremos na carreira muitas vezes é tão importante quanto saber o que queremos.

Minha primeira dica então é: caso você se encontre nos grupos 2 ou 3, tente entender primeiro o que você não quer fazer durante 8 a 10 horas do seu dia, todos os dias. Por exemplo, você trabalharia com números? Venderia algum serviço ou produto? Trabalharia com público? Caso responda enfaticamente "não" a alguma dessas questões, então, ótimo, já temos um grande começo.

A segunda dica é, depois de descobrir o que não quer, pense em atividades que gostaria de fazer. Liste-as. Agora tente relacioná-las com alguma profissão. Caso você não consiga, peça ajuda a alguém próximo, a alguma pessoa que trabalhe em empresa, a um colega da área de RH. Vale qualquer ajuda. Após conseguir uma lista, tente conversar com pessoas que escolheram essa mesma profissão. Como é o dia a dia delas? Você consegue se enxergar fazendo a mesma atividade? Quando ela falava, você se empolgou, sorriu? Ou pensou: "Meu Deus, isso não é para mim!".

Por mais difícil e trabalhoso que seja, tente ser você aquele que escolhe seu caminho. Ser escolhido, cair numa trilha porque já está lá, acabar num departamento por falta de opção não é o sonho da vida de ninguém! A batalha por esse sonho começa desde cedo, mas, se você não começou cedo, sempre pode ser hora de tentar um novo início!

Acredite que fazendo o que você gosta, talvez não se torne o profissional mais rico do planeta, nem o mais bem-sucedido, mas, certamente, se sentirá feliz nas aproximadas 100 mil horas que dedicará ao trabalho durante os 40 anos que terá, em média, como um profissional ativo!

100 MIL horas! É muito tempo do seu tempo! Pense nisso e boa sorte!

Para enviar este artigo para um(a) amigo(a):
Clique aqui

Fonte: Elaine Saad
Autor: 
 Data: 28/01/2014

 

 


Voltar

 
Para membros da Comunidade
Learning & Performance Brasil
> Efetuar Login
> Cadastre-se
> Saiba mais
Curta a nossa página no facebook
Siga-nos no twitter

Organização
MicroPower

Promoção
Escola Virtual

e-learning for kids

ABES

ABRH - NACIONAL

ABRH - SP

ADVB

América Economia

bilheteria.com

FNQ - Fundação Nacional da Qualidade

GCSM - Global Council of Sales Marketing

The Winners - Prime Leaders Magazine

Copyright © 2016 - MicroPower®